terça-feira, 31 de março de 2009

Falando nisso...

P

or acaso, após eu falar sobre o tema da Tuberculose recebi uma newsletter da organização Médicos Sem Front
eiras (MSF) falando sobre publicações feitas por eles acerca da doença. E justamente faço este post no momento em que leio o comentário do Emerson Reis, cujo blog sigo com muito prazer, que relata sobre a parte de humanização no tratamento desta doença.

Então, creio ser muito conveniente eu divulgar dois endereços de MSF destinados a mostrar a situação da TB no mundo.

Galeria de fotos
Mostra uma série de fotos baseadas no trabalho de MSF no mundo, combatendo a tuberculose.

Teste de TB que funcione
Site desenvolvido por MSF que mostra vários depoimentos de pacientes e familiares com a doença.

Bem, acho que este post veio, coincidentemente ou não, completar perfeitamente o anterior, mostrando a parte, digamos assim, afetiva da doença, que sem dúvida alguma deve complementar qualquer técnica de tratamento.

quarta-feira, 25 de março de 2009

Saiba mais: Tuberculose

D

epois de ler a notícia de que cresce a incidência de tuberculose no Brasil, lida na newsletter da Revista da Semana, resolvi pesquisar sites interessantes e informativos acerca da doença.

Segundo a revista, o país passou do 16º para o 17º lugar no ranking dos 22 países com maior registro de casos de tuberculose no mundo. Porém, o índice de casos aumentou de 39 para 48 por 100 mil habitantes, de acordo com o Relatório de Controle Global da Tuberculose 2009, lançado hoje pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no 3º Fórum Stop TB.

Então, achei conveniente colocar o conteúdo de um site confiável, e enxuto, para trazer as informações básicas sobre esta doença. A seguir, estão informações contidas no Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) - Dicas de Saúde: Tuberculose.

O que é Tuberculose?
Doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões, mas, também pode ocorrer em outros órgãos do corpo, como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro).

Qual a causa?
Mycobacterium tuberculosis ou Bacilo de Koch (BK). Outras espécies de micobactérias também podem causar a tuberculose. São elas: Mycobacterium bovis, africanum e microti.

Quais os sintomas?
Alguns pacientes não exibem nenhum indício da doença, outros apresentam sintomas aparentemente simples que são ignorados durante alguns anos (ou meses). Contudo, na maioria dos infectados, os sinais e sintomas mais freqüentemente descritos são tosse seca contínua no início, depois com presença de secreção por mais de quatro semanas, transformando-se, na maioria das vezes, em uma tosse com pus ou sangue; cansaço excessivo; febre baixa geralmente à tarde; sudorese noturna; falta de apetite; palidez; emagrecimento acentuado; rouquidão; fraqueza; e prostração. Os casos graves apresentam dificuldade na respiração; eliminação de grande quantidade de sangue, colapso do pulmão e acumulo de pus na pleura (membrana que reveste o pulmão) - se houver comprometimento dessa membrana, pode ocorrer dor torácica.

Como se transmite?
A transmissão é direta, de pessoa a pessoa, portanto, a aglomeração de pessoas é o principal fator de transmissão. O doente expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotas de saliva que contêm o agente infeccioso e podem ser aspiradas por outro indivíduo contaminando-o. Má alimentação, falta de higiene, tabagismo, alcoolismo ou qualquer outro fator que gere baixa resistência orgânica, também favorece o estabelecimento da doença.

Como tratar?
O tratamento à base de antibióticos é 100% eficaz, no entanto, não pode haver abandono. A cura leva seis meses, mas muitas vezes o paciente não recebe o devido esclarecimento e acaba desistindo antes do tempo. Para evitar o abandono do tratamento é importante que o paciente seja acompanhado por equipes com médicos, enfermeiros, assistentes sociais e visitadores devidamente preparados.

Como se prevenir?
Para prevenir a doença é necessário imunizar as crianças com a vacina BCG. Crianças soropositivas ou recém-nascidas que apresentam sinais ou sintomas de Aids não devem receber a vacina. A prevenção inclui evitar aglomerações, especialmente em ambientes fechados, e não utilizar objetos de pessoas contaminadas.

Ah, nesta busca, descobri que com o início do tratamento os riscos de contágio diminuem, acentuadamente, em trinta a quarenta e cinco dias. Então, trabalhar não faz nenhum mal para quem está em tratamento de tuberculose. O repouso é muito importante no primeiro mês do tratamento. A partir do terceiro mês, a pessoa em tratamento já deverá estar em condições de voltar ao trabalho.

Como não tenho a intenção de aborrecê-los com material muito técnico, não reproduzi aqui conteúdo dirigido a profissionais de saúde, mas sim, às pessoas em geral. Assim, recomendo que todos leiam uma entrevista sobre a tuberculose no site UOL Boa Saúde - Conhecendo a Tuberculose, que aborda a doença de forma mais ampla e também desmascara diversos mitos acerca da doença. Para maiores detalhes, indico também o Manual Merck - Pacientes, Cap. 181 - Tuberculose.

domingo, 22 de março de 2009

Entenda o blog

B

em, resolvi criar esta postagem para estimular os blogueiros de plantão a usufruírem mais de cada blog, e neste caso, vou apresentar em maiores detalhes os itens que, na maioria das vezes, passam despercebidos do visitante.


Eles se situam na sidebar, assim como em qualquer blog. Então, darei uma breve explicação dos componentes, para que quem esteja visitando o blog possa conhecer o site como um todo e assim julgá-lo se é ou não de seu interesse.

QUEM FAZ O BLOG: obviamente, trata-se de mostrar este que vos escreve.

QUEM ACOMPANHA O BLOG: as pessoas que têm a insanidade aprovada, desde o momento em que resolveram seguir de perto este blog (brincadeira!... são pessoas pelas quais tenho muito carinho, afinal é por causa delas que o blog segue seu rumo).

LER SOBRE O QUÊ?: lista as categorias dos posts criados, isto é, serve de guia para o visitante, através do qual ele pode procurar um post conforme seu tema central.

PORTAL DE NOTÍCIAS: serve para fornecer informações de uma fonte conhecida, em constante atualização, afinal este blog tem baseamento forte nos fatos que ocorrem no mundo.

QUE DIA É HOJE?: uma forma diferente de nos situar no tempo.

SERÁ QUE CHOVE?: fornece a previsão do tempo para a cidade de Pelotas e às capitais da região sul do Brasil: Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba; isto no decorrer de quatro dias. Contém link externo para previsão mais detalhada.

VALE A PENA ACESSAR: contém sites que creio serem interessantes para se conhecer.

PARA LER,... VER... E OUVIR: informam os 4 últimos livros, filmes e músicas que gostei de ter, claro, lido, assistido e escutado! São atualizados frequentemente, contendo link para lojas que contém o produto ou para o site oficial (ou algum site que tenha maiores informações).

ARQUIVO: mostra uma lista de postagens por ordem cronológica... infelizmente este item quase todos os blog têm, mas por falta de tempo e por tantos outros fatores, acabamos não lendo o que já foi escrito... mas vale a pena dar uma olhada.

UTILIDADE PÚBLICA: mostra widgets voltados para questões sociais.

HOMENAGEM: destaca organizações, pessoas ou ações as quais admiro.

SELOS: mostram os selos recebidos e evidenciam quais foram seus doadores.

VISITANTE NÚMERO: auto-explicativo.

INSCREVER FEED: acompanhe o blog mesmo se não fores um blogueiro.

Enfim, acho que é isso... este não é um post interessante, mas creio que possa servir de estímulo a todos, para buscarem mais informações interessantes que se encontram escondidas num blog.

sábado, 21 de março de 2009

Filme: A Vida dos Outros

B

em galera, como não é costume aqui no blog eu fazer posts dedicados a alguma coisa que eu tenho feito ou algo do tipo (que aliás deve ser o propósito original do blog), sinto a necessidade de expressar agora esta nota, para informar que a partir de agora, além de matérias sobre saúde (que estão presente em maior número) e acerca de discussões sobre atualidades, começarei a postar coisas interessantes com as quais tive contato.

E para começar com esta "série", proponho a todos assistirem o filme "A Vida dos Outros". Produzido em 2006, foi ganhador do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Ele conta a história da censura imposta pelo governo socialista na então Berlim Oriental. O filme se passa nos anos 1980 e mostra um fiel agente do sistema de vigilância (Ulrich Mühe como Gerd Wiesler) encarregado em coletar evidências contra o dramaturgo Georg Dreyman (interpretado por Sebastian Koch), um dos suspeitos de atos contra o regime, tanto em seus atos quanto em suas obras.

O filme tem um suspense que, pelo menos a mim, fez-me prender na cadeira os 137 minutos da trama. Não há nada assustador, ou um ser de outro mundo, mas nos passa como real a pressão exercida pela sensura sobre os investigados.

Enfim, creio que valha a pena conferir.
Fica aí a dica! Bom filme!

Para maiores informações, clique no pôster do filme para ser redirecionado ao site do filme (em inglês), mas indico-lhes também o site Adorocinema.com.

domingo, 15 de março de 2009

Religião se discute!

A

o comentar no blog da Bia, Política Chique, acabou ressurgindo minha vontade de discutir um tema espinhoso: a religião. Sei que muitos são daquela opinião de que futebol, religião e política são coisas indiscutíveis... mas para mim, isso não é bem assim.

Acredito que fatos como o aborto da menina de 9 anos, que gerou excomunhão de n pessoas, poderia servir de motivo para as pessoas repensarem suas convicções. Não pretendo converter ninguém para um pensamento semelhante ao meu, mas estou apenas suprindo uma vontade que é a origem deste blog: expor ideias (agora sem acento!).

Como postei no supracitado blog, fico indignado com o ensino de religião (no caso, católica) em escolas ditas de um estado laico. Não discuto aqui nenhuma corrente religiosa em especial, até porque tenho minhas discordâncias com a base de todas elas: o tal "deus". Não quero ser entendido aqui como alguém que está ridicularizando a fé das pessoas, apenas quero mostrar que falta discussão acerca dessa crença.

Como vivemos em um país com declarada liberdade de expressão, vejo, contraditoriamente, muita imposição da fé sobre todos, o que torna as pessoas incapazes de pensar se realmente acreditam naquilo que está sendo dito. Serei mais claro: ao nascermos já há na sociedade (e dentro do próprio lar) uma tendência religiosa ou um jeito de se acreditar num ser superior, e obviamente isso é passado ao filho (ou filha, como quiser). Quer um exemplo disto? Veja os pais levando crianças para as igrejas e ensinando-lhes ditos que nem mesmo os mais velhos sabem o querem dizer (querem mais autoritarismo do que impor um pensamento a crianças, que nem têm o conhecimento necessário pra julgar o que é ensinado?). No entanto, os pais se consideram liberais no momento em que se dispõem a aceitar qualquer linha religiosa que o filho venha a tomar, mas se esquecem de que não deram a chance de ele pensar na possibilidade de nem sequer acreditar em deus. Então, creio que desde o nascimento, sofremos uma limitação do conhecimento (e da liberdade), afinal, na questão religiosa, deveríamos partir de uma etapa anterior da qual normalmente partimos, isto é, se somos ensinados que existe um deus e que a escolha da religião fica por nossa conta, seria necessário que o nosso "banco de dados" começasse a processar as informações um estágio antes: questionando a crença que está na família (resumindo, questionando a existência de deus).

É por isso que a fé se tornou algo "indiscutível", as pessoas são criadas com a mentalidade dos seus geradores e de sua sociedade: de que deus existe e ponto final. Por isso é tão difícil achar um ateu declarado, já que o ateu só vira ateu depois de ter a liberdade e a consciência de se perguntar "Espere aí! Porque eu acredito em deus? Só porque me falaram que isso é verdade?". Nesse momento vejo que concordo com Richard Dawkins quando ele diz que a fé e a ciência não podem coexistir: claro, se a pessoa realmente for racional e acreditar em evidências (o que prega a ciência) dificilmente acreditará em algo que nunca se vê e não há provas de sua existência e influência.

Finalmente, acredito que a fé é um meio pelo qual as pessoas encontram uma certa segurança, pois todos temos medo do que não conhecemos (ou do que não podemos controlar conscientemente), de não termos um propósito para viver ou mesmo de não acharmos uma saída para algum problema. Afinal, não é a toa que o que as pessoas mais pedem em uma oração é esperança para enfrentar alguma adversidade. E não é ao acaso também o fato de muitas pessoas, ao rebaterem meus argumentos sobre o ateísmo, lançarem mão de argumentos como "Como tu explicas a origem do mundo?", "Como tu achas que tal pessoa sabia o que ia acontecer?" ou ainda "Porque algumas pessoas veem espíritos ou morrem em uma situação em que os que estavam junto não sofreram nada?" (clássico de depoimentos de passageiros que se atrasaram para um voo que cai logo depois de decolar). Creio que seja uma imedida vontade de ter de saciar sua dúvida, mesmo que seja com algo a qual não possa provar.

Como crente da ciência não descarto a existência de espíritos, seres de outros mundos ou da capacidade de alguns, por exemplos, falarem com mortos. Mas defendo com unhas e dentes no que há provas, e se algum dia a existência ou a influência de um ser supremo for demonstrada por a+b, aí sim, defenderei esta teoria com o mesmo fervor, mas até lá sou ateu, com muito orgulho.

Concordo que a fé possa trazer mais esperança e fazer com que tenhamos mais estímulo para lutar para a melhoria da sociedade, mas penso que antes disso deveríamos acreditar mais no poder que nós mesmos temos, afinal só rezar não basta é preciso fazer por onde.

E assim, termino este post, com o objetivo de colocar aquela pulguinha atrás da orelha e convido todos a comentarem, para que (de uma forma sadia e respeitosa, ok!?) possamos conversar sobre este tema, porque aqui, sim, religião se discute!

Ah, desculpo-me de antemão pela extensão do post, mas foi muito difícil colocar um pensamento em palavras. Espero, pelo menos, ter-me feito entender.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Dia Mundial do Rim

H

oje, dia 12 de março de 2009, é comemorado o Dia Mundial do Rim (
World Kidney Day). Como estudante de medicina e membro da NefroVIDA Medicina, a liga acadêmica de nefrologia da Universidade Federal de Pelotas, uso este meio de divulgação para informar que está sendo realizado hoje, das 9h às 18h no centro da cidade de Pelotas-RS, uma atividade junto à comunidade pelotense com o objetivo de monitorar a saúde da população para inserí-la no acompanhamento médico regular, com ênfase dada às doenças que mais afetam o sistema renal: diabetes e hipertensão.

As atividades envolvem a participação do grupo Lions da cidade, que tem a tarefa de aferir a glicemia dos participantes, os quais em seguida, ficam sob responsabilidade dos acadêmicos da UFPel integrantes da liga, que aferem a pressão arterial e investigam outros fatores de risco para doenças renais e cardiovasculares, como estado nutricional, hábito tabágico, idade, condição socioeconômica, entre outras. Finalmente há a orientação para que os pacientes procurem seus médicos caso seja evidenciado alguma anormalidade e, se alguma pessoa não faz acompanhamento médico, faz-se o encaminhamento à unidade ambulatorial à qual a liga está vinculada.

Lembro ainda que esta prestação de serviços é gratuita e não é necessário a pessoa ser portadora de alguma doença para ser atendida.

sábado, 7 de março de 2009

Novos selos

C

om este novo post, completo meus primeiros (assim espero!) 50 posts, em 2 meses e 1 semana com o blog no ar. Espero estar agradando, chamando a atenção para assuntos sérios e que aos quais devemos dar muita importância e conversar sobre eles, mas também a alguns tópicos mais descontraídos, afinal ninguém é de ferro. Prefiro não me estender muito em cada texto, já que não sou a maior nem a melhor fonte de informação de vocês, mas tento compartilhar minhas idéias sobre o que anda acontecendo no mundo e conto com as ideias de todos vocês para seguir nessa luta.

Abraço a todos e obrigado aos que comentam e acompanham!

Mas em primeiro lugar, tenho de agradecer ao
Gabriel, por ter me indicado três selos aos quais acabei não dedicando um post. Muito obrigado!

Agora sim! Tenho dois selos novos para compartilhar:

O primeiro é este:

Foi-me enviado pelaCaroline Mendes, que tem o excelente blog Canto do Escritor.

Regras:
1. Ao receber o selo, listar 7 coisas que te fazem sorrir
2. Indicar o selo a 7 blogs que fazem você sorrir
3. Informar aos blogs indicados que eles receberam o selo.

As 7 coisas que me fazem sorrir são:
1. Histórias interessantes
2. Conversa com amigos
3. Minha namorada
4. Meus estudos (por incrível que pareça!)
5. Boa música
6. Filmes
7. Atividade física

E o segundo é este:
Indicaçao da Ana Seerig, com o não menos importante Alguma coisa a mais pra ti ler...

Regras:
1 - Exiba a imagem do manifesto e explique do que se trata;
2 - Poste o link do blog que te indicou;
3 - Indique 10 blogs da sua preferência para fazer parte dos ' Jovens que Pensam; 4 - Avise seus indicados;
5 - Publique as regras;
6 - Confiram se os blogs indicados repassaram a imagem e as regras.

Pronto! Você já faz parte deste Manifesto!

Proposta do Manifesto: "Mostrar que aquela história 'está perdida' é uma generalização tola e sem sentido. Como a autora da proposta explicou: "Existe sim muitos jovens que pensam e tem seus ideais, que debatem, e que querem mudar o mundo. Mas querer não é suficiente. Com o blog conheci jovens brilhantes que estão perdidos por esse Brasil. Vamos nos unir e mostrar que nem tudo está perdido! Nós podemos fazer a diferença sim!"

Por comodidade e merecimento, indicarei os dois selos para os blogueiros a serguir.

7 Blogs que me fazem sorrir & que pertencem a Jovens Que Pensam:
1. http://mocadofio.blogspot.com
2. http://politicachique.blogspot.com
3. http://morenaflordejambo.blogspot.com
4. http://mersonreis.blogspot.com
5. http://viviansbrussi.blogspot.com
6. http://ataquesdefuria.blogspot.com
7. http://ideias-livrees.blogspot.com

sexta-feira, 6 de março de 2009

Opinião religiosa pra quê?

A

declaração do arcebispo de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho, condenando o aborto induzido realizado pela equipe médica de Recife, conseguiu ser tão idiota (desculpe pelo palavreado, mas é que achei muito ridículo o caso!) que ofuscou o crime cometido.

Para quem não sabe, veio a público ontem a história de uma menina de 9 anos, que teve o abortamento liberado após ser constatada sua gravidez (15 semanas) de gêmeos, em virtude de um estupro cometido pelo próprio padastro, de nome Jaílson José da Silva, com 23 anos.

Ao ver esta matéria, no Jornal Hoje, da rede Globo, não consegui pensar em outra coisa a não ser na verdadeira inutilidade da igreja. Não quero generalizar, afinal há religiosos e religiosos (embora todos acreditem nos mesmos dogmas ultrapassados, como o não uso da camisinha).

Não que a excomunhão represente algo importante (pelo menos para mim não), mas o caso é tão bizarro que não consegui segurar o riso quando ouvi que não era a primeira vez que o médico era excomungado por fazer um aborto nestas condições. E como desgraça pouca é bobagem, o digníssimo arcebispo ainda relatou que o estuprador não pode ser excomungado, porque a excomunhão não abrange este tipo de caso (o estupro), que segundo o religioso, é menos sério que o aborto pós-estupro.

Mas o pior de tudo é esta interferência que o setor religioso tem não só nas vidas das pessoas (religiosas ou não) mas também nas decisões políticas. É inacreditável que um Estado chamado laico (ainda bem, pelo menos isso!) ainda dê importância para regras da religião, a tal ponto de muitas vezes influenciar nos seus veredictos. Então, veja como esta declaração do arcebispo foi infeliz, a ponto de nem as autoridades, muitas vezes submissas ao ensinamento religioso, "darem o braço a torcer". Afinal, até o Lula teve de se pronunciar contra a excomunhão.

E a notícia foi tão ridícula que circulou no mundo inteiro, como vocês podem ver nos links abaixo. O arcebispo, segundo o Jornal El País, chegou a recorrer a uma anedota: "Uma médica italiana manteve sua gravidez mesmo sabendo dos riscos que corria. Morreu, mas se fez santa! (...)". Só rindo mesmo!

Pelo menos o estuprador, que ainda admitiu estuprar a menina desde os 6 anos e a irmã de 14, foi preso no agreste pernambucano e indiciado por estupro qualificado.

quinta-feira, 5 de março de 2009

Homens x Mulheres

S

em querer correr o risco de ser taxado de machista, mas já o sendo, achei no mínimo inusitadas estas "propagandas" da Cerveja Goldstar, de Israel. Descobri estas imagens ao ler a revista Superinteressante de março, onde havia o link da figura ao lado, com o título sobre o entendimento da diferença entre homens e mulheres. Garimpando um pouco, achei mais duas outras imagem (abaixo) no mesmo tema. Nesse tamanho eu não consigo ver nada, se tu também não, clica nas imagens para ampliá-las.

Não é de todo mentira, é? O que vocês acham?



segunda-feira, 2 de março de 2009

Adoeça se quiser

A

o receber este pensamento por e-mail, atribuído ao Dr. Drauzio Varella, achei muito interessante postá-lo aqui. Não sou o maior fã das 'auto-ajudas' recebidas por e-mail como correntes, mas esta tem um caráter diferenciado, então não pensei duas vezes antes de publicá-lo. Espero não estar sendo repetitivo, afinal na internet tu sabes: o que para um é novo, outro pode estar cansado de saber. Sem mais demora, aí vai:


Se não quiser adoecer - "Fale de seus sentimentos"

Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna.. Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em câncer. Então vamos desabafar, confidenciar, partilhar nossa intimidade, nossos segredos, nossos pecados. O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia..

Se não quiser adoecer - "Tome decisão"

A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia. A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões. A história humana é feita de decisões. Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.

Se não quiser adoecer - "Busque soluções"

Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas. Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o que pensamos. O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença.

Se não quiser adoecer - "Não viva de aparências"

Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho etc., está acumulando toneladas de peso... uma estátua de bronze, mas com pés de barro. Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.

Se não quiser adoecer - "Aceite-se"

A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável. Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos, destruidores. Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e terapia.

Se não quiser adoecer - "Confie"

Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras. Sem confiança, não há relacionamento. A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.

Se não quiser adoecer - "Não viva SEMPRE triste!"

O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa. A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive.

"O bom humor nos salva das mãos do doutor". Alegria é saúde e terapia.

* Como irremediável ateu não consigo não discordar da parte em que se fala de Deus, mas deixa pra lá, essa não é a hora para discussão, mas sim de reflexão.