sábado, 18 de julho de 2009

Refletindo desde cedo

N

o mínimo interessante esta idéia que descobri agora existir no Reino Unido: o Camp Quest, um clássico acampamento de férias, mas com um diferencial: o cunho reflexivo de suas atividades.

Com a ajuda de ninguém menos que Richard Dawkins, conhecido biólogo, cientista e escritor, ferrenho defensor do ateísmo (escreveu Deus: um delírio e O Relojoeiro Cego), esta opção para o verão inglês, nada ortodoxa, existe desde 1996, também nos EUA e Canadá.

Este camping não é destinado a doutrinar as crianças às teorias do ateísmo, mas sim, estimular-lhes o pensamento, como afirma Samantha Stein, diretora do local. Afinal, é justamente isto que mais devemos cultivar: a criação de seres pensantes, críticos, que não apenas recebem uma informação como também sabem interpretá-la e discernir o que é verdade e o que não é.

Há inclusive um jogo chamado Invisible Unicorn Challenge, no qual as crianças ouvem uma história que diz que unicórnios vivem na área ao redor de suas tendas, sendo então estimuladas a provar que unicórnios não existem: o objetivo é ilustrar a dificuldade de se provar que algo não existe, traçando um paralelo à discussão religiosa, onde os ateus são sempre postos à prova, tendo que justificar a inexistência de algo criado pela mente dos religiosos (algo do tipo: eu acredito em tal coisa sem sentido, então prove que eu estou errado.. não deveria ser o oposto?!)

Clique aqui e ouça a reportagem original (áudio em inglês)

Nenhum comentário: