sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Tragédia Xavante!

C

omo torcedor do time do Brasil de Pelotas, não poderia deixar de postar a notícia da tragédia com o ônibus do Xavante. Veja abaixo uma reportagem completa do Jornal Zero Hora, de Porto Alegre. Mais detalhes, acesse o link ao final da reportagem, que conta com gráficos, fotos e mais notícias sobre o acidente.


Acidente com delegação do Brasil-PE mata três

Um acidente envolvendo o ônibus que levava o time do Brasil-Pel de volta a Pelotas ocorreu por volta das 23h40min de ontem no km 150 da BR-392, na altura do município de Canguçu, no sul do Estado. No acidente morreu o atacante e ídolo do clube, o uruguaio Milar, além do zagueiro Regis Alves, de 29 anos. Também morreu o preparador de goleiros Giovani Guimarães.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal de Pelotas, o ônibus teria caído em um barranco de cerca de 40 metros a 50 metros, o equivalente a um prédio de 15 andares pelo menos. O acidente teria ocorrido no anel de acesso à BR-392, quando ela se encontra com uma rodovia estadual, a RS-471.

O veículo vinha pela rodovia estadual quando o motorista perdeu o controle, capotou ainda sobre a pista e despencou rolando, capotando em seguida. Ao ser socorrido, o motorista disse aos funcionários da empresa Ecosul, que administra a rodovia federal, que não sabia explicar como não conseguira vencer a curva.

No início desta madrugada, coordenadores de Operação da Ecosul tinham avistado pelo menos três corpos junto à vegetação que circundava o veículo capotado. O ônibus ficou com as rodas para cima.

Cerca de 30 pessoas estavam dentro do ônibus. Os feridos mais graves foram conduzidos para hospitais de Pelotas, localizada a cerca de 80 quilômetros do local do acidente. Os passageiros com ferimentos mais leves foram conduzidos até o hospital de Canguçu, a 40 quilômetros do local. Mais de 10 ambulâncias foram utilizadas no atendimento da ocorrência.

Equipe voltava de jogo no município de Vale do Sol

O goleiro Danrlei, que atuou no Grêmio e recentemente foi contratado pelo clube pelotense, saiu ferido do acidente. Danrlei tinha sido um dos destaques do jogo da tarde, quando o Brasil venceu o time do Santa Cruz em um amistoso, na cidade de Vale do Sol, por 2 a 1. O município fica no vale do Rio Pardo. Danrlei, que estreou ontem, disse que ao sair do ônibus capotado percebeu que seu colega Milar estava morto. Milar tinha feito, à tarde, um gol de pênalti.

À tarde, Milar conversava sobre seu futuro e as perspectivas do Brasil no Gauchão que se inicia na próxima terça.

Os policiais ficaram impressionados que, mesmo com um braço fraturado, o ex-goleiro gremista não se cansou de tentar socorrer os feridos. Ao menos oito equipes de socorro de Canguçu, Pelotas e Santana da Boa Vista foram deslocadas para o local. Preocupado com a situação, o presidente do clube, Helder Lopes, se dirigiu para o local na madrugada de hoje assim que soube do ocorrido.

Às 2h desta madrugada, a Polícia Rodoviária começou a virar o ônibus para ter certeza de que não havia mais corpos ao redor. A escuridão dificultava o trabalho da polícia.

A estreia do Brasil de Pelotas no Gauchão estava marcada para o próximo dia 22 de janeiro, contra o São José, de Porto Alegre, no estádio Bento Freitas, mas ainda na madrugada de hoje a Federação Gaúcha de Futebol cancelou a partida.

Ontem, quando a notícia do acidente chegou a Pelotas, parte da fanática torcida xavante começou a procurar informações junto aos hospitais da cidade e meios de comunicação. Alguns torcedores, mais inquietos, se dirigiram para o local do acidente.

Nenhum comentário: