segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Se beber não dirija!

C

omo sempre é tempo de conscientização, tenho o dever de compartilhar a decepção com os condutores de automóveis neste país. Não adianta, a imprudência sempre foi e é (e até quando será?) a maior causa de acidentes nas estradas.

Motoristas insistem em salientar sobre a condição das estradas, mas o principal problema é encoberto: a irresponsabilidade. Esta que, aliás, impossibilita qualquer chance recuperação do carro em qualquer momento de deslize, seja por problemas no carro ou pista. E não estou falando só da bebida alcoólica, que sabidamente diminui os reflexos do motorista, mas também da alta velocidade.

Claro que os carros mais modernos têm tudo para fornecer aos seus passageiros a maior estabilidade, mesmo em altas velocidades, porém é esse um dos grandes problemas: o motorista se sente seguro e muitas vezes perde a real sensação de deslocamento, o que o faz relaxar. Um perigo!

Enfim, pensando nos acidentes de trânsito que estão sempre estampando as capas dos jornais por aí afora, publiquei esta mensagem para, juntamente com o informativo abaixo, fazer a tarefa de conscientizador, que cabe a cada um de nós.

Este informativo dá uma orientação em caso de acidentes de trânsito, mas lembrem-se: a prevenção é o mais importante, afinal, é melhor prevenir do que remediar!


Fonte e link do informativo
Jornal Zero Hora

Nenhum comentário: