quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Pensamentos II

Nostalgia



Que colorido o presente
Que preto e branco o passado,

Que rica a velhice
Que pobre a infância,

Quão completo o hoje
Quão inacabado o ontem.

Mas que saudade!
Que saudade estranha
Falta do que não fiz
Lembranças do que não vivi

Que saudade triste,
que me alegra em saber da soma, da experiência, do jeito que me constrói

Mas que não expulsa o pensamento que corrói: "E se..."

(escrito em fevereiro de 2008, por Nuno de Mattos Capeletti)

Nenhum comentário: